terça-feira, 3 de novembro de 2009

Crianças da Umbanda Recebem Linda Homenagem

27/09/2009

O Domingo foi realmente especial para muitas crianças! Principalmente porque foi o dia em que a Casa de Caridade Santo Antônio de Pádua homenageou Cosme e Damião, representantes da Linha das Crianças na Umbanda.
Já pela tarde ensolarada do dia 27 de setembro, as crianças encarnadas participaram da entrega de doces e balas na porta do Terreiro. Foram enchidos mais de 1.000 saquinhos com balas, doces, cocadas e pipoca!
À noite, a partir das 18:00 horas, as Crianças Espirituais desceram diante do Congá da Casa de Caridade e juntaram-se a todos os que foram prestigiar a Festa de Cosme e Damião.
Mariazinhas da Praia e do Rio, Joãozinho, Jorginho, Tainá e tantas outras Crianças incorporaram nos médiuns da Casa de Caridade e divertiram-se com bolo e guaraná.
Este ano todas as Crianças Espirituais receberam brinquedos em doação.
Um simpatizante da Religião levou bonecas e carrinhos para distribuir a todas que incorporassem na Festa.
A cerimônia foi encerrada na Praia da Areia Preta, com a entrega das últimas oferendas às Crianças.

Casa de Caridade Homenageia Seu Patrono

13/06/2009

No dia 13 de junho, médiuns e simpatizantes da Umbanda reuniram-se na Sede da Casa de Caridade para homenagearem o Patrono Santo Antônio de Pádua. O Terreiro estava repleto de visitantes, numa quantidade surpreendente para uma sessão em pleno sábado, já que as Giras ocorrem normalmente às segundas e sextas-feiras.
O Congá, enfeitado com flores brancas, samambaias e papiros, irradiavam uma grande energia naquela noite que tornou-se especial para duas pessoas em particular.
Após a mensagem proferida pelo Caboclo Flecha Dourada que enfatizava a mediunidade do então sacerdote católico, o Coordenador Mediúnico Jorge Trindade leu a oração de Santo Antônio e foi acompanhado por todos os presentes.
A seguir, o Caboclo fez a chamada de duas jovens para integrarem a corrente mediúnica . Há algum tempo ambas vinham se preparando para aquele momento, participando assiduamente das Giras e frequentando o Grupo de Estudos Caboclo Sucupira. As jovens Yvna e Luciana estavam visivelmente emocionadas com a entrada no Corpo Mediúnico da Casa de Caridade.
A Festa de Santo Antônio ficou ainda mais emocionante quando dois casais compareceram diante do Congá para receberem as bênçãos nupciais tão esperadas.
Foram os casais Augusto e Patrícia (ambos da corrente) e Márcio e Geovana. Augusto e Patrícia são dois médiuns que já estão integrados na corrente há alguns meses. Márcio, recém admitido na corrente da Casa de Caridade solicitou a bênção do seu casamento. Sua atual esposa, apenas simpatizante, não pensou duas vezes e, sorridente, compareceu à Gira para a confirmação do casamento. Após a cerimônia, o Preto Velho Pai Serafim manifestou-se e curimbou ao som do "Catambá", ponto cantado trazido por Ele.
O Preto Velho abençoou os pãezinhos de Santo Antônio e distribuiu a todos os participantes da Gira.






Casa de Caridade Realiza Festa Cigana de 2009

24/05/2009

No dia 24 de maio, último domingo, os mediuns da Casa de Caridade Santo Antônio de Pádua reuniram-se numa grande Gira em Homenagem a Santa Sara, padroeira dos Ciganos. Iluminados por uma grande energia que envolveu a todos, médiuns e assistentes participaram da comemoração em torno de uma tenda simbólica erguida no meio do espelho (Congá). A imagem de Santa Sara foi posta no meio da tenda e uma mesa repleta de frutas, flores e velas preenchia todo o espaço em volta do altar.
O Caboclo Flecha Dourada iniciou a sessão com uma palestra alusiva à caminhada errante dos Ciganos na Terra. Comparou à vida daqueles que, por um período de tempo, caminham enquanto encarnados em busca da Espiritualidade. Disse que somos como o Povo Cigano, e que nossa caminhada na Terra precisa ser realizada todos os dias, em busca de uma vida espiritual mais harmoniosa.
Logo depois da mensagem o Caboclo Flecha Dourada autorizou a chamada dos Ciganos. Mais uma vez, o Cigano Juan manifestou-se em frente ao Altar (Pegi) da Casa de Caridade e saudou os presentes.
Muito contente pela linda homenagem prestada à Santa Sara, o Cigano Juan abraçou todos os médiuns, "um a um" - como relatou o médium Oscar -, e entregou uma breve mensagem aos participantes da Gira.
Depois, outros ciganos manifestaram-se no Terreiro e juntos comemoraram o dia de Santa Sara Kali. Apresentaram-se também o Cigano Pablo, o Cigano Luiz Fernando, a Cigana Rosita, a Cigana Rosália, a Cigana Esmeralda, entre outros.
Os Ciganos passaram a benzer as moedas douradas trazidas pelas pessoas e, além de conselhos e passes, deram a bênção a todos.
Santa Sara Kali, santa católica cuja história remonta aos tempos de Jesus, é considerada através do sincretismo adotado na Umbanda como a figura representativa de Egunitá, Orixá que tem como elemento de força o fogo.
A Gira Comemorativa dos Ciganos começou às20 horas e terminou às 23:30hs, depois que todos saborearam as frutas da mesa e a sangria e o ponche preparado para a festa.
Salve o Povo Cigano!
Salve as Sete Linhas de Umbanda.












Médium da Casa de Caridade é Coroado na Festa de Mamãe Oxum

08/12/2008

Mais um medium da Casa de Caridade Santo Antonio de Padua recebe autorizaçao para trabalhar na corrente atraves da incorporaçao.
Desta vez foi o jovem Jeferson Mariano, medium que há varios anos participou ativamente dos trabalhos societarios e espirituais da Casa de Caridade.
A confirmaçao para trabalhar na corrente foi realizada na festa em homenagem a Mamae Oxum, Orixá regente das cachoeiras e dos rios.
Jeferson Mariano é um jovem medium que começou a frequentar a Casa de Caridade como assistente e apaixonou-se pelo Ritual dirigido pelo Caboclo Flecha Dourada. Interessado pela Religiao de Umbanda, integrou a primeira turma do grupo de estudos iniciado pela CODED (Coordenadoria de Desenvolvimento e Difusao da Doutrina).
Passados varios meses, expressou a vontade de entrar no Corpo Mediunico na qualidade de Medium em Desenvolvimento. Logo estava sentido as primeiras vibraçoes e manifestaçoes espirituais.
Sempre se comportando humildemente, Jeferson colaborou com as campanhas e com os trabalhos caritativos realizados pela Sociedade. Desempenhou tambem um bomtrabalho como Coordenador de Pontos Cantados e auxiliar da Sala da Cura.
Na festa em homenagem a Oxum, foi surpreendido com o ritual de Coroaçao. Atraves da Coroaçao, Jeferson teve a confirmaçao e a autorizaçao para desempenhar mais um trabalho na Casa como Medium de Incorporaçao. Assim, os Guias que ja´ se manifestavam atraves de sua mediunidade poderao aplicar passes, dar consultas e receitarem banhos e remedios com ervas.